A via de administração dos hormônios

A via de administração dos hormônios faz diferença?

A maioria dos dados sobre os efeitos a longo prazo vem de estudos onde os hormônios (estrogênio sozinho ou estrogênio em combinação com progesterona ou progestina) eram administrados oralmente na forma de comprimidos. Outras formas que os hormônios são administrados incluem adesivos transdermais, gels, e cremes vaginais. Todos esses métodos de administração de estrogênio são igualmente eficientes no tratamento dos sintomas da menopausa, como ondas de calor e falta de lubrificação vaginal. Adicionalmente, progesterona é disponível como comprido ou gel.

Muitos estudos têm descoberto que os benefícios dos produtos transdermais sobre a densidade óssea e metabolismo dos ossos são comparáveis aos da terapia oral (39, 40, 41). Não se sabe se os estrogênio e progestina transdermal têm efeitos diferentes dos comprimidos sobre o coração e vasos sanguíneos. 

A quantidade de estrogênio que entra na corrente sanguínea pelos cremes vaginas depende dos tipos de hormônios e da dose. De modo geral, a administração vaginal de hormônios resulta em menores níveis de hormônios circulando em relação à dose oral equivalente. Uma vez que o epitélio vaginal (fina camada de tecido que recobre a vagina) responde a pequenas doses de estrogênio, pode-se usar cremes  com baixas doses desse hormônio para corrigir alguns efeitos da menopausa na vagina. A terapia vaginal de estrogênio não parece proteger contra perda óssea (39, 40).

PUBLICIDADE


Perguntas e respostas sobre reposição hormonal na menopausa


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Créditos:
National Cancer Institute
Tradução: © Hélio Augusto Ferreira Fontes


VoltarVoltar a mulher corredora

Use essa ferramenta abaixo pesquisar nesse site:  

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

© 1999-2017 Helio A. F. Fontes
Utilização de material original do site
Copacabana Runners - Atletismo e Maratonas