Os Pilares de uma velhice saudável
Direitos, Deveres e Responsabilidade Social

Idosos ativos - National Cancer Institute Image Gallery

Ainda falando da saúde do idoso, podemos observar que ela tende a ser pior nas zonas rurais onde a concentração também é maior em função dos mais jovens migrarem para os grandes centros urbanos em busca de vida uma melhor e não haver incentivo a profissionais de saúde militar nessas zonas. Resultado. Os velhos ficam abandonados.

A visão da saúde ao longo das décadas, com o avanço da medicina, mudou. Enquanto nos anos 50 as mortes com origens nas doenças infecto-contagiosas chegavam a 40% contra 12% das cardiovasculares, hoje esses números se inverteram com o progresso. Essas doenças, apesar de serem mais dispendiosas quando ocorrem, podem ser evitadas com os hábitos de vida saudável tais como prática de atividade física, controles da alimentação e do estresse

PUBLICIDADE

Ter um mínimo de saúde física e mental na velhice representa ser independente, poder tomar banho, vestir-se e sair sozinho, atravessar as ruas com seus perigos, andar nas calçadas cheias de buracos e improvisos a cada esquina, conversar com as pessoas, contar as suas histórias e dividir as suas experiências. Para muitos idosos a cidade é uma verdadeira trilha de aventura.

Uma parcela dessa responsabilidade cabe à própria pessoa de como viveu a vida, de como investiu nela. A outra, cabe à sociedade. Assim como somos obrigatoriamente responsáveis pelos nossos filhos que não pediram para nascer, os nossos velhos são nossos e também não pediram para envelhecer. Muitas doenças simples tais como desidratação, alergias, algumas infecções entre outras, são frutos de abandono na própria casa. Portanto, uma sociedade justa e organizada é composta por crianças, adultos e velhos. 

PUBLICIDADE

Todos com direitos, deveres e responsabilidade social. Internar um velho num asilo, mesmo com todas as regalias de primeiro mundo, sem perguntar a ele se é isso o desejado, é fugir da responsabilidade social. O velho pode ter tudo do bom o do melhor nesses lugares, mas se não tiver sido uma escolha pessoal se sentirá descartado pela família e a saúde irá declinar a partir do emocional.

Nessa idade, segundo um artigo da psicóloga Becca Levy, baseada numa pesquisa com 660 moradores no estado de Ohio, com idade mínima de 50 anos, o estado emocional e pensamento positivo sobre envelhecimento vivem cerca de 7,6 anos mais do que os com pensamentos negativos. A pesquisadora e sua equipe concluíram que o emocional pode ser fator até mais importante do que os controles nutricionais, pressão arterial e do exercício físico.

As Estatísticas

É sabido que a população de idosos cresce no mundo inteiro tanto nos países desenvolvidos como nos em desenvolvimento. O Brasil, segundo dados da (OMS) Organização Mundial da Saúde, por volta de 2025 terá a sexta população de idosos do mundo com mais de 32 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Isso sem contar com uma melhora substancial na saúde dos nordestinos, região onde predomina a indústria política da miséria. Esse fato se deve à diferença das taxas de nascimento e mortalidade assim como à melhoria das condições de higiene, nutrição, avanços da ciência, da medicina, e dos exames preventivos. Enquanto a expectativa de vida do brasileiro no início do século era de 33,7 anos, nos últimos 20 anos passou para 68,5 e estima-se aumentar em mais 3,5 anos nas próximas duas décadas.

Bom, Cooper em sua trajetória disse certa vez uma frase que ficou famosa: “não adianta acrescentar anos à sua vida, e sim vida aos anos vividos”. Por conta disso, hoje é praticamente impossível falar em saúde do idoso sem incluir a atividade física que mesmo com os avanços da ciência ainda é cercada de mitos como se todos trouxessem um rótulo: cuidado, frágil! O excesso de zelo, muitas vezes por falta até de conhecimento tem levado alguns profissionais de saúde a recomendar e ou prescrever ao idoso nada além de uma simples caminhada ficando muito aquém das suas reais necessidades motoras do cotidiano. Como qualquer pessoa o idoso vai ao mercado ou à feira, pega ônibus, carrega bolsa de compras pesadas, abaixa, senta, levanta e atravessa a rua depressa. Portanto, precisa de força, velocidade, resistência, coordenação motora, equilíbrio e flexibilidade para ser ao menos independente.

Como o corpo envelhece e como podemos evitar a perda motora com exercícios físicos específicos e atualizados é o que vamos ver nas próximas semanas.

Cartas para essa coluna:
Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 3529 - E-mail: lcmoraes@compuland.com.br

Para Refletir: O homem começa a morrer quando se recusa a aprender achando ser o Deus da sabedoria.
Sobre a Ética: Duas das poucas coisas que ninguém tira da gente são o conhecimento e a ética profissional. Se o homem soubesse se comportar o Conselho Regional de cada Profissão não precisaria escrever código de ética.

Saiba mais:
Velhice saudável - A aposentadoria
Velhice saudável - o Corpo Desacelerando
Velhice saudável - Força, Capacidade Aeróbia e Flexibilidade
Nutrição e Idoso Ativo
Psicomotricidade no adulto e na terceira idade
Idosos velozes e furiosos - Idoso na corrida e saúde
A corrida é indicada para idosos e até que idade pode-se correr?
Entrevista com Luiz Carlos de Moraes: Os vovôs da nova geração saúde
Exercícios aeróbicos, alongamentos e flexibilidade para idosos
Novos Velhos - Exercícios físicos para idosos
Novos Velhos - Custo Energético, Sarcopenia, Massa Muscular e Óssea
Metamorfose Humana - Mudanças com a idade
Idosos com mais saúde direitos e deveres
Os Novos Velhos
Como ter uma vida mais longa e saudável
Como ficar em forma e fabuloso na terceira idade
Idade e metabolismo: Como evitar ganho de peso ao envelhecer


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Texto copyright © por Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 003529
lcmoraes@petrobras.com.br | lcmoraes@compuland.com.br  
Visite www.noticiasdocorpo.com.br e http://www.saudeviver.com.br/saudeviver/?id=26
Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 3529