Importância do relaxamento muscular

PUBLICIDADE

Uma descoberta sobre o funcionamento dos músculos pode ajudar pesquisadores a entender melhor situações variadas como dores no parto ou problemas na bexiga. O feito conseguido por Susan Wray e Ted Burdyga, da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, foi identificar o mecanismo de relaxamento muscular.

Músculos contraem ou relaxam para permitir que o corpo possa realizar atividades essenciais. Sinais elétricos dizem aos músculos quando devem contrair, mas, na hora de relaxar, a ordem é propositalmente ignorada.

Os pesquisadores estudaram músculos na parede do ureter, canal que conecta os rins à bexiga, para tentar entender como os músculos respondem a sinais do corpo pedindo que contraiam ou relaxem. O estudo foi publicado na revista Nature.

Os autores verificaram que o cálcio, que faz com que a contração muscular ocorra, ingressa nas células em resposta a sinais elétricos. O elemento químico preenche uma pequena estrutura na célula e, quando essa está cheia e começa a esvaziar, força o músculo a relaxar ao evitar que mais cálcio entre na célula, mesmo quando ela receber sinais de contração.

PUBLICIDADE

“Sinais elétricos em nervos e músculos são importantes para todas as atividades humanas, de pensar a beber. É importante que o corpo se mantenha ativo, mas também é importante que ele possa relaxar, de modo que não se sobrecarregue”, disse Susan, em comunicado da universidade.

“No momento do parto, por exemplo, o útero se contrai e relaxa em intervalos regulares, de modo a permitir que o bebê passe e possa nascer. Mas, em outra situação, quando temos cãibras, por exemplo, os músculos se contraem demasiadamente e com muita freqüência. Se isso ocorrer no ureter, pode levar a danos nos rins. Por conta disso, é fundamental que os músculos tenham períodos de relaxamento e agora descobrimos como isso ocorre”, afirmou a pesquisadora. “Essa descoberta deve levar a um melhor entendimento dos mecanismos naturais do corpo humano e a novas formas de tratamento.” 
Fonte: Agencia Fapesp

PUBLICIDADE




 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Artigo relacionado:
Incontinência urinária infantil
Incontinência urinária - Perda de controle da bexiga


Use essa ferramenta abaixo pesquisar nesse site:  

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: