Preservativo masculino

O que é preservativo masculino 

O preservativo masculino, popularmente conhecido como camisinha, é usado pelo homem para prevenir gravidez e doenças sexualmente transmissíveis (como gonorréia, sífilis e AIDS). A maioria dos preservativos masculinos é feita de látex, mas alguns são feitos de outros materiais. Também existe o preservativo feminino. 

Como método anticoncepcional o preservativo masculino tem a vantagem de ser barato, fácil de usar e ter poucos efeitos colaterais, além de oferecer proteção contra doenças sexualmente transmissíveis. Com o conhecimento e uso apropriado -- em todos os intercursos sexuais -- a utilização do preservativo masculino tem um índice de falha como método anticoncepcional de 2% ao ano.

PUBLICIDADE

Eficiência do preservativo masculino como anticoncepcional

A eficiência do preservativo masculino para evitar a gravidez, assim como de todas as formas de anticoncepcionais, pode ser medida de duas maneiras: uso perfeito e uso comum. A medição da eficiência do preservativo masculino usado perfeitamente somente inclui pessoas que o usam apropriadamente e consistentemente. O uso comum engloba todas as pessoas que usam o preservativo masculino, incluindo aqueles que o utilizam incorretamente, inconstantemente, ou ambos. As taxas de eficiência geralmente representam o primeiro ano de uso.

A taxa de gravidez no uso comum do preservativo masculino varia dependendo da população estudada, variando de 10-18% ao ano. Já a taxa de gravidez com o uso perfeito do preservativo é de 2% ao ano. Preservativos podem ser combinados com outras formas de contracepção (como espermicida) para maior proteção.

PUBLICIDADE

Eficiência do preservativo masculino contra doenças sexualmente transmissíveis

O preservativo masculino é amplamente recomendado para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, tendo mostrado ser eficiente na redução de taxas de infecção tanto em homens como em mulheres. Ainda que não seja perfeito, o preservativo masculino é eficiente na redução da transmissão do HIV, herpes genital, verruga genital, sífilis, clamídia, gonorréia e outras doenças. Embora o preservativo masculino seja eficiente ao limitar a exposição, algumas doenças podem ser transmitidas mesmo com seu uso. Áreas infecciosas dos genitais, especialmente quando sintomas estão presentes, podem não ser cobertas pelo preservativo masculino, resultando em transmissão de doenças pelo contanto direto, como por exemplo herpes genital. Porém, o principal fator de infecção por doença sexualmente transmissível é o uso inconsistente do preservativo masculino.

Causas de falha do preservativo masculino

Preservativo masculino pode escorregar do pênis depois da ejaculação ou romper-se devido ao uso incorreto, dano físico (como rasgo ao abrir o pacote), ou degradação do látex (uso fora da data de validade, armazenamento inapropriado, exposição a óleos). A taxa de rompimento do preservativo masculino é de 0,4% a 2,3%. Outra possível causa de falha do preservativo masculino é a sabotagem ao fazer orifício nele. Um motivo dessa sabotagem é ter filho sem um dos parceiros desejar.

PUBLICIDADE




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:




Artigos relacionados:
Camisinha masculina
Métodos anticoncepcionais ou contraceptivos - método pílula anticoncepcional, preservativo masculino e feminino, DIU, diafragma
Gravidez na adolescência
Ligadura de trompas
Vasectomia - Reversão, masculinidade e outros mitos
Cirurgia de vasectomia
Ejaculação precoce
Uso da camisinha e comportamento sexual seguro
Métodos anticoncepcionais - Contraceptivos e informação
Injeção anticoncepcional Depo-Provera ®
Adesivo anticoncepcional OrthoEvra ®
Implante anticoncepcional Implanon ®
Anel anticoncepcional NuvaRing ®
Espermicidas vaginais
Esterilização feminina por laqueadura de trompas
Muco cervical - Método anticoncepcional de Billings
Período infértil
Tabelinha período fértil - Calculadora da ovulação e dias férteis
Calculadora da Ovulação e Tabela dos Dias Férteis
Tabelinha - Método anticoncepcional ou para engravidar
Coito Interrompido
Pílula anticoncepcional
Anel Vaginal Contraceptivo
DIU - Dispositivo Intrauterino
Camisinha feminina ou preservativos femininos
Violência e abuso sexual

DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis:
Herpes - Cura e tratamento
Herpes - Contágio e prevenção
Herpes simplex - Labial, neonatal, genital, tipo 1 e 2 - Sintomas
Herpes genital - Sintomas, tratamento
Hepatite B
Hepatite A
Tipos de Hepatite
Epididimite aguda e crônica
DSTs na gravidez
DSTs - Testes, diagnóstico, tratamento e prevenção
DSTs mais comuns, sintomas
Tipos de DST
Doença inflamatória pélvica - Causas, sintomas e complicações
Doença inflamatória pélvica - Diagnóstico, tratamento e prevenção
Herpes genital masculina e feminina - O que é, causas, diagnóstico, transmissão
Herpes genital tem cura? Como prevenir e tratamento
Gonorréia
Os perigos do beijo na boca
Dicas para corredores portadores do HIV
Transmissão vertical do HIV controlada
Camisinha e AIDS - Eficiência dos preservativos contra o HIV
HIV e AIDS - Qual a diferença?
HIV Positivo e sintomas da AIDS
Tratamento para HIV / AIDS
Mulher e AIDS - Orientações para mulheres com HIV
HIV e sua transmissão - Beijo, saliva, lágrimas, suor, picadas de insetos
Transmissão do HIV - Sexo oral e AIDS
Vírus HIV
Cura da AIDS e Prevenção - Pesquisas para vacina e microbicidas
Vacina para HIV / AIDS
HIV e AIDS - Você está sob risco? O que é, como se proteger e teste
Candidíase genital
Uretrite - O que é, causas, sintomas e tratamento
Cervicite - O que é, causas, sintomas e tratamento
Clamídia
Condiloma Acuminado ou Verruga Genital
Infecção HPV – Papilomavírus Humano - O que é, tratamento, sintomas, cura
AIDS - Transmissão e prevenção do HIV
HPV no homem - Infecção anal entre homens
Proteção contra HPV
Citomegalovírus na Gravidez - Transmissão e Tratamento
Citomegalovírus congênito - Infecção na gestação
Citomegalovírus - Transmissão e gravidez
Citomegalovírus - O que é, infecção congênita, transmissão, diagnóstico
Donovanose ou Granuloma Inguinale
Linfogranuloma venéreo - O que é, sintomas, tratamento
Tricomoníase
Candidíase - Sintomas, tratamento, medicamento, peniana, no homem
Vaginite por cândida, tricomoníase, vaginose bacteriana - Sintomas e tratamento
Corrimento vaginal - Vaginite
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Condom" (en.wikipedia.org/wiki/Condom).

VoltarVoltar a mulher corredora