Proibido uso de polifenol de alcachofra

Determinada a suspensão, em todo o território nacional, de importação, fabricação, manipulação, distribuição, comércio e uso do extrato de polifenol de alcachofra. O produto vem sendo empregado na forma injetável para o tratamento de gordura localizada e não há comprovação científica que garanta a qualidade, segurança e eficácia dos polifenóis de alcachofra para fins estéticos. 

Na última quarta-feira passada, dia 24 de novembro, a Anvisa determinou a suspensão de propaganda, publicidade e promoção de tratamento com polifenóis de alcachofra veiculadas nos meios de comunicação, inclusive a internet. A medida foi adotada porque as campanhas e matérias publicitárias sobre o produto não esclarecem o consumidor sobre os riscos à saúde provocados pelo uso de medicamentos injetáveis à base de polifenóis, induzindo ao uso indiscriminado. 

As empresas, distribuidores e estabelecimentos que desrespeitarem as determinações da Anvisa podem ser notificados e multados em valores que variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. As vigilâncias sanitárias locais são responsáveis pela fiscalização da resolução.
Fonte: As Informações são da Agência Saúde - Assessoria de Imprensa da Anvisa  29/11/2004.

PUBLICIDADE

Artigos relacionados:
Gordura localizada, Advantra Z - Sinefrina e Laranja-amarga (Citrus aurantium)
Arnica
alcachofra
História do vinho
Tipos de vinhos
Vinho tinto e prevenção do câncer
Vinhos - Benefícios do vinho à saúde

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use essa ferramenta abaixo pesquisar nesse site:  

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: