Olho seco - O que é, sintomas, causas e tratamento

O que é olho seco

O olho seco ocorre quando este não produz lubrificação através das lágrimas apropriadamente, ou quando as lágrimas não têm a consistência correta e evaporam muito rapidamente. Adicionalmente, inflamação da superfície do olho pode ocorrer em conjunto com olho seco. Se não for tratada, essa condição pode ocasionar dor, ulcerações ou cicatrizes na córnea, assim como alguma perda de visão. Entretanto, perda permanente de visão em decorrência de olho seco é incomum. Olho seco pode tornar mais difícil realizar algumas atividades, como utilizar o computador ou ler por período longo de tempo, e pode diminuir a tolerância a ambientes secos, como dentro de aeronaves.

PUBLICIDADE

Quais são os tipos de olho seco

1) Deficiência aquosa de lágrimas é uma desordem na qual as glândulas lacrimais falham em produzir quantidade suficiente de lágrimas para manter a superfície do olho saudável.

2) Olho seco do tipo evaporativo resulta de inflamação nas glândulas meibomianas, que fabricam a parte oleosa das lágrimas responsáveis por retardar a evaporação e manter as lágrimas estáveis.

Olho seco pode estar associado com:
* Inflamação da superfície do olho, glândula lacrimal, ou conjuntiva.
* Qualquer doença que altere os componentes das lágrimas.
* Elevação na superfície do olho, como em doença da tireóide quando o olho projeta para fora.
* Cirurgia cosmética, se as pálpebras são abertas muito amplamente.

PUBLICIDADE

Sintomas de olho seco

Os sintomas de olho seco podem incluir:
* ardência no olho.
* Sensação de que há alguma coisa no olho.
* Episódios de excesso de lágrimas seguidos por períodos de olho muito seco.
* Corrimento em filete a partir do olho.
* Dor e vermelhidão no olho.
* Episódios de visão turva.
* Pálpebras pesadas.
* Incapacidade de chorar quando estressado emocionalmente.
* Lente de contato desconfortável.
* Diminuição de tolerância à leitura, uso de computador, ou qualquer atividade que requeira atenção visual sustentada.
* Fadiga no olho. 

Causas do olho seco

O olho seco pode ser uma condição temporário ou crônica.

Olho seco pode ser efeito colateral de alguns medicamentos, incluindo anti-histamínicos, descongestionantes nasais, tranqüilizantes, certos medicamentos para pressão, medicamentos para doença de Parkinson, pílulas anticoncepcionais e anti-depressivos.

Doença de pele nas pálpebras ou ao redor delas pode ocasionar olho seco. Doenças nas glândulas na pálpebras, como disfunção da glândula meibomiana, pode causar olho seco.

Olho seco pode ocorrer em mulheres grávidas e que estejam fazendo terapia de reposição hormonal. 

O olho seco também pode desenvolver depois de cirurgia refrativa conhecida como LASIK. Esses sintomas geralmente duram seis meses, mas em alguns casos podem ser mais longos.

Olho seco pode ser resultado de queimadura química ou térmica que deixa cicatriz no revestimento das pálpebras e cobertura do olho. Alergias podem estar associadas com olho seco.

Piscar com pouca freqüência, associado com olhar para a tela do computador, pode ocasionar sintomas de olho seco.

Dosagens tanto excessivas quanto insuficientes de vitaminas podem contribuir para olho seco. Perda de sensação na córnea decorrente de uso de longo prazo de lentes de contato pode ocasionar olho seco.

O olho seco pode estar associado a desordens do sistema imunológico, como síndrome de Sjögren, lúpus e artrite reumatóide. Olho seco pode ser sintoma de inflamação crônica da conjuntiva ou da glândula lacrimal. Se a área da superfície do olho é aumentada, como em doença da tireóide quando o olho se projeta ou depois de cirurgia cosmética se as pálpebras foram abertas muito amplamente, pode ocorrer olho seco. Ceratite de exposição, na qual as pálpebras não fecham completamente durante o sono, também pode ocasionar olho seco.

Tratamento para olho seco

Dependendo da causa do olho seco, o médico pode usar várias opções para aliviar os sintomas. Primeiramente deve-se determinar se uma doença é a causa do olho seco e, se for o caso, tratá-la. Se olho seco for decorrente de medicação, o médico pode recomendar trocá-la por outra. Se o problema for a lente de contato, o médico pode recomendar outro tipo de lente ou diminuir o tempo de uso.

PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Artigos sobre oftalmologia:
Estrabismo - Cirurgia, convergente, divergente
Hipermetropia

Daltonismo - Causas e tratamento
Lentes de contato - Tipos de lente, uso prolongado, contínuo, coloridas, tóricas, descartáveis
Cirurgia de catarata - Nova técnica
Catarata ocular
Catarata - Sintomas e diagnóstico
Catarata - Tratamento e prevenção
Catarata - Causas, cirurgia
Astigmatismo - O que é, sintomas, causas, tratamento
Astigmatismo
Cirurgia Lasik dos olhos
Glaucoma - 2a causa de cegueira
Cegueira noturna ou Nictalopia
Ambliopia - O que é, causas, tratamento
Miopia - O que é, sintomas, tratamento e correção
Miopia
Antibiótico para cegueira
Olheiras - Causas
Blefaroplastia - Remover pele enrugada e descaída das pálpebras
Conjuntivite em bebê recém-nascido ou neonatal
Conjuntivite - Como tratar
Conjuntivite - Sintomas e diagnóstico
Conjuntivite - Prevenção
Conjuntivite viral, alérgica, bacteriana
Degeneração macular relacionada à idade e juvenil
Alergia - Tipos de Alergias
Neurite ótica
Plástica ocular - Doenças nas pálpebras
Glaucoma - Doença silenciosa que pode causar cegueira
Teste do olhinho evita cegueira infantil
Deslocamento de retina
Glaucoma - Tratamento
Glaucoma - Sintomas, detecção e diagnóstico
Glaucoma - O que é, tipos, de ângulo aberto
Glaucoma
Problemas de visão - Isolamento do idoso pode ser um sintoma
Blefarite
Terçol ou hordéolo

Artigos relacionados:
Lúpus eritematoso sistêmico - Tratamento, sintomas e diagnóstico 
Artrite Reumatóide - O que é, sintomas, causas e diagnóstico
Vitaminas - Vitamina B, B1, B2, B12, D, C, K, A, E, beta-caroteno
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2011, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Texto: National Eye Institute