Dicas para corredores portadores do HIV

Pessoas portadoras do vírus HIV têm alguns fatores a mais a considerar quando estiverem treinando para uma maratona. Para alguns pode ficar complicado.

A agência americana "National AIDS Marathon Training Program" divide os corredores por grupos de ritmo de corrida. Nesses grupos, os indivíduos compartilham histórias e dão apoio mútuo ao longo do caminho. Construir relações de confiança é vital ao levar adiante o desafio de correr uma maratona. Estabelecer um sistema de camaradagem é crucial para alguém com HIV. Tente encontrar um companheiro ou dois.

PUBLICIDADE

Seu companheiro pode checar como você está indo, verificar se você está ingerindo quantidades suficientes de água e carboidratos, e ajudá-lo a lidar com a dores ao longo do caminho.

Doses de medicamento devem se encaixar no seu regime de dieta e treinamento. O mais importante é tomar rotineiramente seus medicamentos na hora certa durante a semana, e minimizar qualquer risco de desenvolver resistência à droga. Em geral tomar os medicamentos em torno de uma hora antes da grande corrida ou evento, e então depois da corrida longa, oito ou doze horas depois da primeira dose, como prescrito, deve funcionar. Se você tiver que tomar medicamentos durante uma corrida extenuante, certifique-se de discutir isso com seu médico. Alguns medicamentos podem ocasionar complicações alimentares, entretanto isso geralmente pode ser administrado.

Pode-se tomar Crixivan® com um lanche bem leve, seguindo-se a lista adicional de alimentos disponível no "AIDS Project Los Angeles' HIV Resource Center" . Muitos destes 40 alimentos sugeridos podem servir como refeição rica em carboidratos e com pouca proteína e baixos níveis de gordura para ser ingerida de uma a três horas antes do evento. Por segurança, parece ser uma boa idéia aumentar a ingestão diária de líquidos em 6 copos.

DdI requer estômago vazio. Na sua corrida longa durante a manhã, esta medicação pode ser tomada logo ao acordar como de costume. Ao invés de fazer sua refeição habitual depois de esperar uma hora, certifique-se de comer assim que possível.

PUBLICIDADE

Viracept®, Norvir® e Fortovase® requerem uma quantidade substancial de comida para aumentar a absorção e reduzir os efeitos colaterais. Isso pode ser problemático para corredores, o quais precisam evitar alimentos ricos em gordura antes do evento. Um tática pode ser tomar a medicação com alguma refeição antes do evento, porém com pouca gordura. Ao manter uma vigilante rotina de medicação diária, uma refeição com pouca gordura fará menos diferença do que se você estivesse menos resguardado pelo resto da semana.

Acima de tudo, cheque se está tomando sua mediação corretamente. Planeje um horário de refeições/medicamentos para o seu dia típico, um para seu dia de corrida longa e um para o seu dia de corrida curta. Se você necessitar de assistência para planejar sua medicação, ou quiser aprender mais sobre ela, ligue para Walter Campos (Estados Unidos) em (323) 993-1612 para pedir o "Daily Routine Chart" e para marcar uma consulta com um "treatment advocate".


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Doenças sexualmente transmissíveis - DST:
Herpes - Cura e tratamento
Herpes - Contágio e prevenção
Herpes simplex - Labial, neonatal, genital, tipo 1 e 2 - Sintomas
Herpes genital - Sintomas, tratamento
Hepatite B
Hepatite A
Tipos de Hepatite
Epididimite aguda e crônica
DSTs na gravidez
DSTs - Testes, diagnóstico, tratamento e prevenção
DSTs mais comuns, sintomas
Tipos de DST
Doença inflamatória pélvica - Causas, sintomas e complicações
Doença inflamatória pélvica - Diagnóstico, tratamento e prevenção
Herpes genital masculina e feminina - O que é, causas, diagnóstico, transmissão
Herpes genital tem cura? Como prevenir e tratamento
Gonorréia
Os perigos do beijo na boca
Transmissão vertical do HIV controlada
Camisinha e AIDS - Eficiência dos preservativos contra o HIV
HIV e AIDS - Qual a diferença?
HIV Positivo e sintomas da AIDS
Tratamento para HIV / AIDS
Mulher e AIDS - Orientações para mulheres com HIV
HIV e sua transmissão - Beijo, saliva, lágrimas, suor, picadas de insetos
Transmissão do HIV - Sexo oral e AIDS
Vírus HIV
Cura da AIDS e Prevenção - Pesquisas para vacina e microbicidas
Vacina para HIV / AIDS
HIV e AIDS - Você está sob risco? O que é, como se proteger e teste
Sífilis - O que é, tratamento, na gravidez
Sífilis primária, secundária e terciária - Sintomas
Sífilis - Prevenção, tratamento, congênita
Candidíase genital
Uretrite - O que é, causas, sintomas e tratamento
Cervicite - O que é, causas, sintomas e tratamento
Clamídia
Condiloma Acuminado ou Verruga Genital
Infecção HPV – Papilomavírus Humano - O que é, tratamento, sintomas, cura
AIDS - Transmissão e prevenção do HIV
HPV no homem - Infecção anal entre homens
Proteção contra HPV
Citomegalovírus na Gravidez - Transmissão e Tratamento
Citomegalovírus congênito - Infecção na gestação
Citomegalovírus - Transmissão e gravidez
Citomegalovírus - O que é, infecção congênita, transmissão, diagnóstico
Donovanose ou Granuloma Inguinale
Linfogranuloma venéreo - O que é, sintomas, tratamento
Tricomoníase
Candidíase - Sintomas, tratamento, medicamento, peniana, no homem
Vaginite por cândida, tricomoníase, vaginose bacteriana - Sintomas e tratamento
Corrimento vaginal - Vaginite
HIV e AIDS - Tratamento funciona, mas prevenção é a chave

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Text copyright © por AIDS Project Los Angeles (www.thebody.com/apla/apla.html)
Agradecemos Run The Planet por tornar possível a tradução e reprodução do artigo "Tips For HIV-Positive Runners", originariamente publicado no boletim de Setembro de 1999 do AIDS Project Los Angeles' "Positive Living" por AIDS Project Los Angeles.

VoltarVoltar

© 1999-2017 Helio A. F. Fontes
Utilização de material original do site

Copacabana Runners - Atletismo e Maratonas