Salto em Distância Feminino nas Olimpíadas

 

O salto em distância feminino somente estreou em Olimpíadas em Londres-1948. Na ocasião, a vencedora foi a húngara Olga Gyarmati com um salto de 5,695m. O Brasil foi representado por Gertrudes Ida Morg que saltou 5,12m e não se classificou para a final.

Na Olimpíada seguinte, em Helsinque, duas brasileiras participaram do salto em distância. Wanda dos Santos ficou na 21a colocação com 5,36m e Helena Menezes na 24a colocação com 5,30. A vencedora foi a neozelandesa Yvette Willians com o recorde olímpico de 6,24m.

O Brasil só teria novamente uma representante olímpica nesta modalidade em Montreal-76 com Silvina das Graças Pereira. Ela saltou 6,13m e foi eliminada na primeira fase de classificação.

Oito anos depois, Em Los Angeles-84, duas competidoras brasileiras : Esmeralda de Jesus Garcia e a "multi-atlética" Conceição Geremias. Nenhuma chegou à final. Conceição saltou 6,04m e Esmeralda 6,01m.
Fonte : De Atenas a Atlanta, Maurício Cardoso, Ed. Página Aberta, 1996.

PUBLICIDADE



Não deixe de conferir também a entrevista com Maurren Maggi, a estrela brasileira do salto em distância.

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Voltar à seção História do Atletismo

 
 

Use essa ferramenta abaixo pesquisar nesse site:  

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

© 1999-2017 Helio A. F. Fontes
Copacabana Runners - Atletismo e Maratonas