Ginástica por obrigação vira problema

Na semana passada conversamos sobre os problemas de contusões e/ou lesões que ocorrem com as pessoas que procuram as academias e/ou Personal Trainer’s e deixei claro, que grande parte desses problemas acontecem por culpa do próprio cliente por não procurar e não exigir os seus direitos de consumidor. Saúde é o bem maior de qualquer cidadão e parece que muita gente não liga para o azar se deixando engordar, comendo besteira e não fazendo exames médicos de rotina. Ninguém está livre de uma doença oportunista, mas muitas outras tais como o diabetes e as cardiovasculares podem ser evitadas com hábitos de vida saudável entre eles a atividade física que desencadeia uma série de outros bons hábitos. Por mais simples que seja quem começa um programa de atividade física em pouco tempo já passa a se preocupar com alimentação, largar o cigarro, dormir mais cedo simplesmente porque começa a melhorar e se preocupando mais pode melhorar ainda mais.

O índice de sedentários em todo o mundo ainda é muito alto e no Brasil não é diferente. Além disso, dos que já praticam alguma atividade, boa parcela o faz por “obrigação”, seja porque está convencido, mas não achou a atividade mais adequada ao seu perfil ou porque o “médico mandou”. Ou seja, teve a consciência de fazer um exame de rotina e o médico sugeriu atividade física o que já é consenso entre a classe. Mesmo que o médico não faça sempre recomenda. 

PUBLICIDADE

Aí está um outro problema. Qual a atividade fazer? Decididamente não é a função do médico mesmo tendo conhecimento em Medicina Esportiva. Essa decisão é do cliente que deve procurar um profissional de Educação Física. As pessoas enquadradas no grupo da “obrigação” são as que irão engrossar o pelotão de desistentes três ou quatro meses depois contribuindo com o grande problema enfrentado pelas academias que é a rotatividade. Claro, existem erros de ambas as partes. As academias precisam ter profissionais qualificados para perceber e convencer cada cliente a praticar a atividade mais adequada e mais simples de acordo com o gosto de cada um. Os clientes, como já comentei, devem estar atentos a isso. Não existe a melhor atividade. A melhor é a que o cliente sente mais prazer e não se torne um martírio. Muita gente ainda associa “malhação” com sofrimento como se não doer não faz efeito. Pelo contrário. Se doer alguma coisa está errado. Dor é para atleta que precisa de desafios severos para ser o melhor. É superação de limites à custa de desconforto.

O grupo da rotatividade acaba cometendo outro atentado contra sua própria saúde. Pesquisas bem conduzida mostram que o hábito de começar no verão e parar no inverno agride muito mais o corpo do que quem não faz nada o ano todo. É mais ou menos o caso do “efeito sanfona” dos obesos que vivem engordando e emagrecendo. Um sedentário ao iniciar um programa qualquer de atividade física fatalmente irá emagrecer uns “quilinhos” e ganhar massa corporal mesmo sendo pouca. Se parar, na próxima “operação verão” provavelmente terá perdido a massa corporal ganha e estará mais gordo do que no verão passado. Com menos massa corporal carregando mais peso do que antes, não precisa ser especialista para entender que no mínimo o sistema cardiovascular estará pagando a conta. A freqüência cardíaca estará aumentada podendo estar a poucos passos da hipertensão arterial e do diabetes.

PUBLICIDADE

Algumas pessoas ao procurar os serviços profissionais de Educação Física já vão com uma idéia fixa calcada na estética explorada nas revistas. A estética não é de todo ruim, apenas não deve ser perseguida a todo custo. Quando alguém começa uma atividade física qualquer calcada em prazer e qualidade de vida a estética vem a reboque e na proporção adequada a cada um. Não interessa ter uma “barriga de tanquinho”. Interessa saber que abdome um pouco mais firme contribui com o bom funcionamento de todos os órgãos por ele protegido principalmente o intestino. Peitoral e costas mais fortes facilitam carregar peso com mais tranqüilidade no supermercado com postura melhor sem sacrificar a coluna vertebral. Pernas firmes proporcionam caminhar e subir escadas de forma estável. Quem não pode ou não quer ir para academia pode caminhar, pedalar, subir escadas ou se exercitar em praças que existam aparelhos fixos. Toda cidade é uma academia a céu aberto. “Quem quer arranja meios, quem não quer arranja desculpas”. Pense nisso!


Cartas para: lcmoraes@compuland.com.br
Luiz Carlos de Moraes CREF1 RJ 003529

Para Refletir: Para nos mantermos bem é necessário comer pouco e trabalhar muito. Aristóteles
Sobre a Ética: Quem vive a mentir quando diz a verdade ninguém acredita, mas vira doença quando o próprio mentiroso acredita estar dizendo a verdade. Pior ainda quando prejudica uma classe profissional. Moraes 2008.

PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:



Artigos relacionados:
Malhar com personal - Vantagens e possíveis desvantagens
Personal Trainer
Escalada, rapel, rafting, corrida de aventura - Aproveite o horário de verão
Três meses na academia - O desafio da barreira
Academia em casa não é tão simples assim
Erros mais comuns cometidos por quem frequenta academia
Malhar em academia - Vantagens e possíveis desvantagens
Academia - Porque as pessoas desistem
Step
Body Pump
Ginástica localizada não sai de moda
Ginástica Localizada
Equipamentos de Ginástica e Estações de Musculação
Musculação
Flexibilidade
Atividade física regular e controle de peso
Corpo definido
Barriguinha lisinha e abdômen definido tanquinho
Aparelhos Abdominais - aparelho abdominal para fortalecer abdome
Abdome definido e saúde
Ginástica
Ginástica passiva
Ginástica laboral na qualidade de vida
Ginástica laboral deve ser adequada ao tipo de atividade funcional
Ginástica laboral e seus exercícios
Ginástica laboral
Educação física
Biografia de Joseph Hubertus Pilates
O Método Pilates
As aulas de Pilates
Para que serve o Método Pilates?
Pilates x Musculação
As Mudanças no Pilates
Pilates no Pré, Peri e Pós-Natal
O Stúdio de Pilates
Pilates e o treinamento de corrida
Pilates - Método, aparelhos, aulas
Exercícios físicos para gestantes e cuidados durante atividade física
Curves
Periodização no spinning - Planejar é preciso... Periodizar também
Periodização do treinamento
Escala de borg na musculação
Amplitude de Movimentos na Musculação
Série simples e pesada na musculação libera mais testosterona
Musculação em forma de circuito
Spinning e lesões
Spinning: Vantagens e Desvantagens - As diferentes qualidades físicas nas aulas
História da bicicleta
Ciclismo - Dicas para suas pedaladas na bicicleta
Spinning e as invenções esdrúxulas
Aula de Running
Plataforma vibratória
Treinamento em Circuito
Como motivar sedentário a praticar exercícios físicos
Sedentarismo
Malefícios da atividade física sem orientação
Atividade física e qualidade de vida
Benefícios da caminhada
Caminhada - Caminhar Forte
Corrida não garante emagrecimento - Tabela de calorias gastas de acordo com o peso corporal
Correr naturalmente e com prazer
Conceito de Fitness
Treinamento ideal cada um tem o seu e não é o mesmo para sempre
Relógio Biológico
Dez passos para malhar melhor
Onze razões para correr e malhar
Excesso de malhação pode causar problemas de saúde
Exercício sem dor, melhor, mais completo, máquinas sem esforço
Atletas de final de semana - Lesões de fim de semana
Exercícios para pernas para corredores
Pular corda emagrece, queima calorias e engrossa as pernas?
Ficar em forma sem frescura
Exercício irregular
Malhar não precisa complicar
Dicas de Beleza
Corpo sarado como sinônimo de saúde
Lesões em academias de ginástica
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Texto copyright © 2008 por Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 003529
lcmoraes@petrobras.com.br | lcmoraes@compuland.com.br  
Leia mais artigos sobre esporte e saúde no site Notícias do Corpo