Edema Pulmonar

O que é edema pulmonar

Um edema pulmonar é o inchaço e/ou acúmulo de fluidos nos pulmões. Edema pulmonar ocasiona prejuízo nas tocas gasosas e pode causar insuficiência respiratória. Ele é devido ou à incapacidade do coração remover fluidos da circulação no pulmão (edema pulmonar cardiogênico), ou lesão ao parênquima pulmonar edema pulmonar não-cardiogênico). O tratamento do edema pulmonar depende das causas, porém objetiva maximizar a função respiratória e eliminar a causa.

PUBLICIDADE

Diagnóstico do edema pulmonar

Em geral suspeita-se de edema pulmonar por achados no histórico médico, como doença cardíaca prévia, e exame físico. Alguns sons escutados pela auscultação (ouvir a respiração através de estetoscópio) são característicos de edema pulmonar. Geralmente são feitos testes de sangue para eletrólitos (sódio, potássio) e contagem sanguínea completa, assim como estudos de coagulação. O diagnóstico do edema pulmonar é confirmado por raio-x dos pulmões, o qual mostra aumento de fluido nas paredes alveolares. Saturação de oxigênio baixa e distúrbio de gases no sangue arterial podem fortalecer o diagnóstico e prover base para várias formas de tratamento. Se eletrocardiografia de urgência estiver disponível ela também pode fortalecer o diagnóstico e identificar doença nas válvulas cardíacas.

PUBLICIDADE

Causas do edema pulmonar

O edema pulmonar pode ser decorrente de dano direto ao tecido, ou resultado de funcionamento inadequado do coração ou do sistema circulatório.

Causas do edema pulmonar cardiogênico

As causas do edema pulmonar decorrente de  funcionamento inadequado do coração ou do sistema circulatório são:
* Insuficiência cardíaca congestiva.
* Ataque cardíaco severo com insuficiência ventricular esquerda.
* Arritmia severa: taquicardia (batimento rápido do coração) ou bradicardia (batimento lento do coração).
* Crise de hipertensão.
* Efusão pericardial.
* Sobrecarga de fluidos devida a insuficiência renal ou terapia intravenosa.

Causas do edema pulmonar não cardiogênico

As causas do edema pulmonar não cardiogênico são:
* Inalação de gases tóxicos.
* Múltiplas transfusões sanguíneas.
* Infecção grave.
* Contusão pulmonar.
* Traumas múltiplos como os decorrentes de acidente de carro.
* Hemorragia subaracnóidea.
* Aspiração de fluidos gástricos.
* Afogamento.
* Certos tipos de medicações.
* Obstrução das vias nasais superiores.
* Malformação arteriovenosa.
* Reexpansão decorrente de lobectomia ou toracocentese de grande volume.
* Lesão de repercussão decorrente de, por exemplo, transplante de pulmão.
* Ascender a altas altitudes ocasionalmente causa edema pulmonar de alta altitude.

Tratamento do edema pulmonar

O tratamento do edema pulmonar foca inicialmente em manter a oxigenação adequada. Isso acontece com fluxo alto de oxigênio, ventilação não invasiva ou ventilação mecânica em casos extremos. Quando o edema pulmonar é decorrente de causas circulatórias, o principal tratamento é com nitratos intravenosos e diuréticos de alça.

Saiba mais:
Edema
Insuficiência cardíaca
Prevenção e risco da insuficiência cardíaca
Sintomas e diagnóstico da insuficiência cardíaca
Tratamento da insuficiência cardíaca
Embolia pulmonar
Insuficiência respiratória - O que é, causas, sintomas, diagnóstico
Insuficiência respiratória - Tratamento
Hipertensão pulmonar
Causas e Sintomas da Hipertensão Pulmonar


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Pulmonary edema" (en.wikipedia.org/wiki/Pulmonary_edema).