Coagulação Sanguínea Excessiva
O que é, Causas e Tratamento

Coração - Mikael Häggström, domínio público

O que é coagulação sanguínea excessiva ou hipercoagulação do sangue

A coagulação sanguínea excessiva, ou hipercoagulação do sangue, é uma condição na qual coágulos sanguíneos se formam muito facilmente e não se dissolvem apropriadamente. Isto ocasiona coágulos sanguíneos em excesso.

PUBLICIDADE

Normalmente os coágulos sanguíneos se formam para selar pequenos cortes nas paredes dos vasos sanguíneos e interromper o sangramento.

Fluxo sanguíneo lento nos vasos sanguíneos também pode ocasionar a formação de coágulos sanguíneos. Por exemplo, se um vaso sanguíneo se estreita, o fluxo sanguíneo pode ficar mais lento ao se mover dentro dele.

Causas da coagulação sanguínea excessiva

Coagulação sanguínea excessiva tem muitas causas. Problemas com o sangue, defeitos nos vasos sanguíneos, ou outros fatores pode causar essa condição. Independente da causa, coágulos sanguíneos podem limitar ou bloquear o fluxo sanguíneo. Isso pode danificar os órgãos do corpo e até ser fatal.

Coagulação sanguínea excessiva pode ser adquirida ou genética. As causas adquiridas são mais comuns que as genéticas. “Adquiridas” significa que outra doença, condição, ou fator engatilha a coagulação sanguínea excessiva. Aterosclerose é uma doença na qual uma substância gordurosa chamada placa se acumula dentro das artérias.

Outras causas adquiridas de coagulação sanguínea excessiva incluem tabagismo, sobrepeso e obesidade, e ter ficado muito tempo imóvel (por exemplo, se estiver hospitalizado).

PUBLICIDADE

Se a coagulação sanguínea excessiva for genética, ela é causada por um gene defeituoso. A maioria dos defeitos genéticos que causam coagulação sanguínea excessiva ocorre nas proteínas necessárias para a coagulação. Defeitos também podem ocorrer com as substâncias que retardam ou dissolvem os coágulos sanguíneos.

Embora as causas genéticas e adquiridas da coagulação sanguínea excessiva não estejam relacionadas, uma pessoa pode ter ambas. Pessoas com o maior risco para coagulação sanguínea excessiva possuem ambas as causas.

Tratamento e Prognóstico para coagulação sanguínea excessiva

O prognóstico e tratamento para coagulação sanguínea excessiva dependem da sua causa, severidade, e o quanto pode ser controlada.

Coágulos sanguíneos potencialmente fatias são tratados como emergência. Medicamentos que afinam o sangue são usados como tratamento de rotina para problemas de coagulação sanguínea. Algumas pessoas podem ter que tomar esses medicamentos para o resto da vida.

Com medicamentos e cuidados contínuos, muitos pessoas com coagulação sanguínea excessiva podem controlá-la com sucesso.

Continuar lendo:
Sinais e Sintomas de Coágulos Sanguíneos - Hipercoagulação do Sangue

Saiba mais:
Trombose venosa profunda - Como diminuir risco de formação de coágulos sanguíneos
Trombose venosa profunda: fatores de risco e como prevenir
Trombose venosa profunda
Pílula anticoncepcional eleva risco de trombose
Embolia pulmonar - Causas, sintomas e tratamento
Infarto do miocárdio ou ataque do coração - Causas e fatores de risco
Aterosclerose
Aterosclerose - Tratamento
Aterosclerose - Diagnóstico
Aterosclerose - Causas e fatores de risco
Aterosclerose - Sintomas
Arteriosclerose cerebral
Derrame cerebral - Acidente vascular cerebral - AVC
Flebite e tromboflebite
Riscos de fumar para o coração e vasos sanguíneos
Tabagismo e problemas de saúde
Síndrome metabólica - Causas, sinais e sintomas
Ultrassom de Carótidas


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: copyright © 2013 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Heart, Lung, and Blood Institute