Novo método reverte aterosclerose

Coração - Mikael Häggström, domínio público

Projeto de pesquisa realizado no Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FM) da USP desenvolveu um tratamento para combater a aterosclerose - principal causa de enfartos do coração

Segundo os pesquisadores, trata-se de uma arma com grande potencial para reverter as lesões na parede da artéria que acabam levando à sua obstrução - o que dificulta ou impede o transporte de sangue até as células. Nos casos em que são atingidas as artérias coronárias, que abastecem de oxigênio e nutrientes o músculo cardíaco, o órgão pode parar de bater.

PUBLICIDADE

A fórmula alia um medicamento famoso no tratamento de câncer, o taxol, que atua bloqueando a proliferação de células, a uma partícula sintética chamada LDE, que torna a administração de medicamentos mais eficiente. "Esse meio de transporte concentra taxol até três vezes mais na lesão do que se ele fosse injetado diretamente na corrente sangüínea, além de eliminar sua toxidade e possíveis efeitos colaterais", afirma o professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP Raul Maranhão, coordenador da pesquisa e criador da partícula.

Diabetes, obesidade, colesterol alto, fumo, sedentarismo, estresse e herança genética são alguns dos fatores de risco que podem causar lesões nas artérias e, a partir delas, desencadear um processo de multiplicação celular, inflamação e acúmulo de gordura. O resultado disso é a formação de uma placa que, ao crescer, pode obstruir e dificultar a passagem do sangue - causando angina, caracterizada por dores no peito. Se essa placa se romper e produzir coágulos sanguíneos, a irrigação sangüínea para a coração pode ser subitamente cortada, provocando o infarto de miocárdio. "Este é um quadro grave que pode ser fatal", afirma Maranhão.

Cobaias

PUBLICIDADE

A bateria de testes para o novo método foi composta de dois grupos de dez coelhos, número suficiente para garantir os resultados da pesquisa. Todos os animais receberam dieta rica em colesterol durante dois meses, para que desenvolvessem rapidamente a aterosclerose. "A taxa de colesterol no sangue desses animais foi de 50 ou 60 miligramas por decilitro (mg/dl), que é o nível normal nesta espécie, para aproximadamente 900 mg/dl", diz o pesquisador.

Passado um mês, o "grupo um" recebeu injeções de LDE com taxol e o "grupo dois" apenas soro fisiológico injetado em sua corrente sangüínea. Após dois meses, os coelhos foram sacrificados e as lesões na aorta foram quantificadas. O pesquisador explica que essa artéria foi escolhida por ser mais fácil de identificar e analisar. "Os coelhos do segundo grupo desenvolveram a doença de forma intensa, enquanto os do primeiro mostraram uma diminuição drástica das lesões, da ordem de 70%", afirma.

Maranhão ressalta que a alta taxa de colesterol dos coelhos foi mantida mesmo com as injeções de taxol-LDE. Isso mostra que os resultados alcançados estão relacionados à ação do procedimento sobre a multiplicação celular e não a uma diminuição dos altos valores de colesterol no sangue que causaram a doença nos animais. Além disso, o pesquisador aponta que, graças ao transporte na LDE, a toxidade do tratamento foi zero. "Nós temos uma arma que pode ser muito poderosa para combater processos mais avançados de doença cardíaca", afirma.

A comissão de ética do HC já aprovou o projeto para que se iniciem os estudos clínicos. "Há perspectiva de que esse seja um tratamento concreto e de alta potência contra a doença coronária", avalia Maranhão.

Sobre a LDE
A LDL, partícula transportadora de colesterol, existe naturalmente no organismo na proporção de bilhões por centímetro cúbico (cm) de sangue. Ela é "atraída" para as células por meio de receptores, estruturas que possuem a "fechadura" exata para o formato da "chave" da LDL. As células envolvidas no desenvolvimento da aterosclerose precisam dos lípides que a partícula carrega para se proliferarem.

Em 1993, a equipe de Maranhão conseguiu construir a LDE, um verdadeiro "cavalo de tróia" de apenas 50 ou 60 nanômetros (escala de medida que equivale à bilionésima parte do metro). Ela é identificada pelas células como a LDL natural, mas carrega medicamentos no lugar de colesterol. Dessa forma, a partícula funciona como um "pacote" endereçado às células que interessam, possibilitando um acesso mais direto e eficaz a elas. O sistema foi utilizado primeiramente no combate ao câncer e os resultados apontam um tratamento mais eficiente e com menor toxidade que o convencional.

"Com essa tecnologia, tem-se a chave da porta da célula", afirma Maranhão. O trabalho, pioneiro na área de Nanotecnologia, foi inteiramente realizado no Brasil e patenteado pelo Departamento de Comércio dos EUA.
Fonte: Agência USP, 05/10/2006.

Saiba mais:
Aterosclerose - Causas e fatores de risco
Aterosclerose - Tratamento
Aterosclerose - Diagnóstico
Aterosclerose - Sintomas
Colesterol do Sangue - Dicas de Como Reduzir os Níveis
Alimentação, colesterol, saúde do coração, doença cardíaca e derrame
Colesterol alto e doença cardíaca
Colesterol alto e dieta
Dicas para reduzir gordura e colesterol na dieta
Dieta para baixar o colesterol
Doença arterial coronariana - Diagnóstico
Doença arterial coronariana - Tratamento
Doença arterial coronariana - Sinais e Sintomas
Doença arterial coronariana - Causas
Doença arterial coronariana
Doença das artérias coronárias
AVC - Acidente Vascular Cerebral ou Derrame
AVC - Prevenção e diagnóstico do acidente vascular cerebral ou derrame
Fatores de risco, sinais e sintomas de um AVC ou derrame cerebral
Acidente vascular encefálico (AVE) - O que é, tipos, sintomas, tratamento
Tratamento do AVC - Acidente vascular cerebral ou derrame
Doença arterial obstrutiva periférica - Causas e fatores de risco
Doença arterial periférica - Prevenção
Doença arterial periférica - Tratamento
Doença arterial periférica - Sintomas
Doença Arterial Periférica nas Pernas
Arteriosclerose cerebral
Aterosclerose
Infarto do miocárdio ou ataque do coração - Tratamento
Horóscopo do candidato a enfartado
Infarto do miocárdio ou ataque do coração - Diagnóstico
Infarto do miocárdio ou ataque do coração - Causas e fatores de risco
Infarto do miocárdio ou ataque do coração - Sintomas
Sibutramina e risco de infarto
Angina - O que é, tratamentos
Isquemia cerebral
Derrame cerebral - Acidente vascular cerebral - AVC
Tabagismo e problemas de saúde
Cirurgia das coronárias - Ponte de safena, ponte mamária


PUBLICIDADE




 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: