Alho na fitoterapia

Alho - NIH

O alho é utilizado desde a antiguidade como alimento e medicamento, sendo usado no Antigo Egito em vários medicamentos. As propriedades anti-microbianas e de efeitos benéficos ao coração e circulação do alho eram valorizadas na Idade Média. 

O alho possui um ótimo valor nutricional, possuindo vitaminas (A1, B2, B6, C), aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo) e enzimas e compostos biologicamente ativos, como a alicina.

O alho costuma ser indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve, redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas. 

Outros benefícios atribuídos ao alho incluem a redução da pressão sanguínea e prevenção de resfriados e outras doenças infecciosas. O uso mais comum do alho na fitoterapia é como suplemento alimentar que contém vitaminas, minerais ou ervas. O alho é usado na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de cólon e de estômago.

PUBLICIDADE

Como o alho é usado na fitoterapia

Os dentes de alho podem ser comidos crus ou cozinhados. Eles também podem ser secos, ou transformados em pó para uso em cápsulas e tabletes. Os dentes crus de alho podem ser usados para fabricar óleos e extratos líquidos.

O que a ciência diz sobre o alho

Algumas evidências indicam que tomar alho pode levemente diminuir os níveis de colesterol no sangue. Porém, um estudo financiado pelo órgão federal americano “National Center for Complementary and Alternative Medicine” sobre a segurança e eficiência para baixar o colesterol de três preparações de alho (fresco, seco em pó, e tabletes de extrato de alho) não encontrou efeitos.

PUBLICIDADE

Pesquisas preliminares sugerem que tomar alho pode diminuir o desenvolvimento de aterosclerose, uma condição que pode levar a doença cardíaca e AVC. Evidências variam se o alho poderia diminuir levemente a pressão sanguínea.

Alguns estudos sugerem que consumir alho como parte regular da dieta pode diminuir o risco de certos tipos de câncer. Porém, nenhum ensaio clínico examinou isso. Um ensaio clínico sobre o uso a longo prazo de suplementos de alho para prevenir câncer de estômago não encontrou nenhum efeito. Todos os medicamentos, inclusive os fitoterápicos, devem ser usados com orientação médica.

Saiba mais:
Fitoterápicos
Circulação 
Vitaminas - Vitamina B, B1, B2, B12, D, C, K, A, E, beta-caroteno
Proteínas e Aminoácidos - Proteína vegetal x Proteína animal na dieta
Sais Minerais e saúde - Ferro, Cálcio, Fósforo, Iodo, Magnésio 
Hipertensão arterial
Gorduras - ômega-3, ômega-6, colesterol, gordura mono-insaturada
Resfriados
Polifenóis, carotenos e fitonutrientes
Fitoterapia


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: