Acupuntura funciona?

Acupuntura - NIH

Acupuntura é uma medicina tradicional que tem sido praticada na China e outros países da Ásia por milhares de anos. Seus proponentes dizem que ela pode fazer tudo, desde aliviar dor até trazer sensação geral de bem-estar. Outros acham que os únicos benefícios que você pode obter na acupuntura estão na sua cabeça. 

Estudos recentes têm descoberto que ambos os lados tem parte de razão. Acupuntura pode ser efetiva para certos problemas de saúde, como alguns tipos de dores crônicas. Porém, como ela funciona ainda é um mistério.

Acupuntura, que é parte de uma família de procedimentos originados na China, é a estimulação de pontos específicos no corpo. Os métodos podem variar, mas o tipo mais conhecido no ocidente é a inserção de agulhas finas de metal na pele.

PUBLICIDADE

De acordo com a medicina tradicional chinesa, o corpo possui um equilíbrio delicado de 2 forças opostas e inseparáveis: ying e yang. Ying representa frio, lentidão ou princípio passivo. Yang representa calor, excitação ou princípio ativo. A boa saúde é conseguida equilibrando o ying e yang. Doenças são decorrentes de desequilíbrios que ocasionam bloqueio no fluxo de qi, a energia vital que regula sua saúde física, emocional e espiritual. Acupuntura visa remover os bloqueios no fluxo de qi e restaurar e manter a saúde.

Pesquisadores não sabem como essas ideias se traduzem na compreensão da medicina ocidental, explica Dr. Richard Nahin, do National Center for Complementary and Alternative Medicine. Porém, o fato é que muitos estudos bem elaborados mostraram que acupuntura pode ajudar em certas condições médicas, como dor nas costas, dor no joelho, dor de cabeça e osteoartrite. “Em muitos estudos, ficou claro que comparando acupuntura com os cuidados comuns, ela quase sempre teve melhores resultados”, diz Dr. Richard Nahin. O problema, ele explica, é quando os pesquisadores compararam acupuntura com “tratamentos controle” cuidadosamente elaborados, a figura ficou mais complicada.

PUBLICIDADE

Estudos clínicos cuidadosamente elaborados precisam de grupos de controle, pessoas que, sem saber, recebem um tratamento “falso” chamado placebo. Os placebos podem ser uma pílula de açúcar ou injeção salina. Isso dá aos pesquisadores algo para comparar com o tratamento real. Porém, elaborar um placebo para a acupunturar é muito difícil.

“Não acredito que podemos conceber uma ótima agulha placebo”, diz Dra. Karen Sherman, pesquisadora de acupuntura no Group Health Research Institute em Seattle.

Por exemplo, quando os pesquisadores compararam inserir agulhas ou somente pressionar um palito nos pontos de acupuntura, frequentemente descobriram que ambos os tratamentos deram resultado. Porém, Dra. Karen Sherman questiona se esses controles realmente eram válidos. Muito acupunturistas tradicionais poderiam considerar os controles como tratamentos verdadeiros também. A coisa importante, na visão deles, é pressionar o ponto certo, não necessariamente o quanto profundamente você vai.

Outra opção para placebo seria testar as agulhas em localizações diferentes. Porém, Dra. Karen Sherman diz que isso seria inapropriado para tratamento porque acupunturistas tradicionalmente inserem agulhas em pontos mais macios. “Para mim, não existe ponto nas costas, se você tiver dores nas costas, onde pode-se dizer que poderíamos inserir uma agulha de controle”, diz Dra. Karen Sherman, “então não acho que seja uma boa ideia”. 

Outro complicador é que os tratamentos com acupuntura não são somente agulhas. “Existem as agulhas”, diz Dra. Sherman, “mas provavelmente haverá outras coisas feitas no curso do tratamento. Acupunturistas conversarão com o paciente de uma forma específica. Eles podem dar conselhos sobre alimentação e exercícios diferentes da teoria ocidental. Elas tentaram engajá-lo no próprio processo de cura. Podem dar ao paciente um modelo diferente de pensamento sobre a saúde”.

“É difícil elaborar um estudo da acupuntura controlado por placebo quando não entendemos qual é o componente ativo da intervenção”, explica Dr. Richard E. Harris, pesquisador do Chronic Pain and Fatigue Research Center em Michigan.

Tratamento para dor é o aspecto melhor estudado da acupuntura. Muitas partes do cérebro são conectadas no processamento da dor, e quanta dor você sente depende em parte do contexto. “Se a pessoa tiver uma lesão em batalha, pode não sentir a dor”, explica Dra. Karen Sherman,”porém se tiver lesão similar caminhando pela rua, pode sentir forte dor”.

“Se você examinar alguns dados, o que descobre é que tanto imitação da acupuntura (placebo) quanto a acupuntura real proporcionam algum alívio da dor”, diz Dr. Richard Nahin. “Porém, enquanto ambos tratamentos atuem sobre áreas do cérebro, as áreas sobre as quais agem são diferentes”.

Dr. Richard Harris, em estudos com pacientes com fibromialgia, descobriu diferenças em níveis moleculares também. “Conseguimos mostrar que a acupuntura real e sua imitação ambas reduziam a dor igualmente em pacientes com fibromialgia”, ele diz, “mas faziam isso por mecanismos diferentes”.

Caso acupuntura real funcione por um mecanismo diferente das suas imitações usadas nos estudos, diz Dr. Richard Harris, então não são a mesma coisa, mesmo que ambas aliviem a dor. Dr. Richard Harris e seus colegas estão tentando agora ir a fundo para descobrir como acupuntura de fato atua. Seu objetivo é verificar se outros tratamentos poderiam funcionar melhor em conjunto com a acupuntura do que sozinhos.

Você deve tentar acupuntura? Estudos têm descoberto que ela é bastante segura, como poucos efeitos colaterais. Caso esteja pensando em fazer acupuntura, converse com seu médico. “Dizemos às pessoas que elas precisam conversar com seu médico sobre se acupuntura é uma opção viável”, diz Dr. Nahim. “Ainda que você possa fazer acupuntura sem consultar seu médico, achamos que o método integrado é a melhor opção”.

“Procure alguém que lidou com seu problema antes”, aconselha Dra. Sherman. “Converse com o acupunturista sobre a sua situação específica”. Caso você decida pela acupuntura, ela adiciona, “precisará saber que o tratamento precisa de algum tempo, não espere resultados em apenas uma sessão”. 

Saiba mais:
Acupuntura - Yin e yang e medicina chinesa
O que é Acupuntura
Acupuntura para emagrecer
Química da acupuntura
Medicina Tradicional Chinesa - Teoria e eficácia
Shiatsu
Seis regras de ouro para medicina altenativa
Tratamento da Artrose ou Osteoartrite
Shiatsu Expresso - Terapias alternativas para o dia de descanso do corredor
Endorfina - Barato do corredor e endorfinas
Fogo cerrado contra a homeopatia
Tai Chi Chuan
Reflexologia, tai-chi-chuan, ginástica Lian Gong e meditação
Efeito Placebo


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2015, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto: NIH - National Institutes of Health